Segredos da eficácia: tenha responsabilidade pelas suas relações

escrito pela Escritora e Professora Universitária Vania Nacaxe

No ambiente de trabalho temos que nos relacionar com muitas pessoas, mas o que parece ser óbvio, às vezes passa despercebido. Ter responsabilidade pelas relações, aprender sobre como as pessoas funcionam, quais seus pontos fortes e suas habilidades, é essencial para saber lidar com elas e para que o relacionamento de vocês flua com harmonia. Assim quando você estiver exercendo determinada tarefa, que precise de um auxílio, vai saber quem poderá fazer esse papel com excelência e eficácia.

A importância da responsabilidade pelas relações.

Gerenciar a si mesmo exige assumir a responsabilidade por relacionamentos. Isto tem duas partes: a primeira é aceitar o fato de que outras pessoas são indivíduos, tanto quanto você. Isso significa que elas também têm seus pontos fortes, suas próprias maneiras de conseguir as coisas, elas também têm seus próprios valores. Para ter eficácia, portanto, você tem que saber quais são os pontos fortes, o modo de desempenho, e os valores de seus colegas de trabalho.


Patrões, por exemplo, não são nem um título nem uma “função.” Eles são pessoas e têm direito a fazer o seu trabalho da forma que eles fazem melhor. Cabe às pessoas que trabalham com eles observá-los, descobrir como funcionam, quais suas expectativas, e se adaptar para serem mais eficientes. Isto, na verdade, é o segredo de “gerenciar” o chefe.


O mesmo vale para todos os seus colegas de trabalho. Cada um trabalha do seu próprio jeito, e não do jeito que você trabalha. Cada um tem direito de trabalhar da sua própria maneira. O que importa é o desempenho que obtém e seus valores. Quanto à forma como eles executam, é provável que cada um faça de forma diferente.


O primeiro segredo da eficácia é compreender as pessoas com as quais você se relaciona, trabalha e depende. De modo que você pode fazer bom uso dos pontos fortes, da maneira de trabalhar, e dos valores delas. 

Relações de trabalho são tão baseadas nas pessoas quanto no trabalho em si.

 

A segunda parte da responsabilidade pelas relações é assumir a responsabilidade pela comunicação. 

A maioria dos conflitos acontecem pelo fato de que as pessoas não sabem o que as outras pessoas estão fazendo: como estão fazendo seu trabalhando, ou em quais contribuições estão se concentrando e quais os resultados que esperam. E a razão de não saberem é que elas simplesmente nunca perguntaram e, portanto, nunca foi dito.


Organizações são construídas na confiança. A existência de confiança entre as pessoas não significa necessariamente que elas gostam umas das outras. Significa que elas entendem uma a outra. Assumir a responsabilidade por relacionamentos é, portanto, uma necessidade absoluta, um dever.

Seja um membro da organização, consultor, fornecedor ou distribuidor, todos devem assumir essa responsabilidade uns com os outros.

 

Sucesso e paz! 

 

Material criado e fornecido pela Vania Nacaxe para o Diário do Palestrante da Base SA. 

 


Diário do Palestrante foi criado para compartilhar com nossos leitores ideias, convicções, artigos e referencias que recebemos de palestrantes cadastrados na Base SA.

 

Quer ver seu material publicado no Diário do Palestrante? Venha fazer parte da Base!

Você também pode gostar dos seguintes conteúdos:

 

Compartilhe nas redes sociais!